A fobia consiste num medo exagerado e irracional em relação a um objeto, animal ou situação. Por mais que a pessoa saíba que seu medo não tem uma justificativa lógica, não consegue controlá-lo.

É importante apontar a diferença entre medo e fobia.O medo serve para nos proteger, funcionando como um alerta saudável  para uma situação de perigo real, enquanto a fobia é um alerta desnecessário diante de situações inofensivas.

Existem os mais variados tipos de fobias. A necessidade de tratá-las depende do quanto ela está comprometendo a qualidade de vida de uma pessoa.

A  fobia em relação a procedimentos médicos e tratamentos dentários pode impedir o paciente de cuidar de sua saúde.

O  simples fato de agendar uma consulta pode ser assustador para alguns pacientes, provocando muita ansiedade. Outros faltam muito ou não conseguem concluir o tratamento, por mais necessário que ele seja.

Antes e durante a consulta, a pessoa pode apresentar vários sintomas físicos,tais como: sudorese, tremor, taquicardia e tensão muscular. O sofrimento é muito grande e paralisante. Por isso, é importante a busca de tratamento psicológico e/ou psiquiátrico.

O  psicólogo investigará se ocorreram situações traumáticas anteriores e ajudará o paciente a diferenciá-las das situações atuais.  É  comum o paciente ter tido experiências sofridas com dentista e ter a sensação de que estas vão se repetir, levando a uma expectativa muito negativa em relação ao tratamento.

Dependendo da abordagem psicoterápica,  o psicólogo utilizará determinados recursos e estratégias, tais como: relaxamento, representação, exposição gradual à situação temida e interpretações.

É importante também abordar as dificuldades na relação entre o paciente e a equipe odontológica, de modo a favorecer uma relação de confiança, em que o paciente possa por exemplo falar abertamente sobre seus medos e fazer perguntas sobre os procedimentos, para se sentir mais seguro.

Em determinados casos, pode ser necessária também a prescrição de medicamentos, que será realizada pelo psiquiatra.